FINAL DA COPA DE 54

O Quando Ferenc Puskas levou seu time à final contra a então Alemanha Ocidental, na Copa da Suíça em 1954, o futebol húngaro fervia. Nunca outra seleção havia sido tão cotada para ficar com o título no Mundial. Afinal, a Hungria não perdia há quatro anos, graças a jogadores como Puskas, Kocsis, Hidegkuti e Bozsik.

Na rota para a final de 4 de julho, o time havia goleado a Alemanha Ocidental por 8 a 3. Também havia vencido o Brasil (4X2), Coréia (9X0) e Uruguai (4X2). Mas na final, o placar foi diferente: 3 a 2 para a Alemanha.

Contusão

Puskas ainda sentia a contusão causada, duas semanas antes, por um carrinho do alemão Werner Liebrich. O centroavante acusou posteriormente o adversário de tê-lo machucado deliberadamente.

Muitos acreditavam que Puskas não jogaria a final, até porque havia sido bem substituído por Budai nas partidas em que ficara no banco por conta da contusão. Mas ele foi convocado. Tudo parecia correr como esperado quando a Hungria começou ganhando de dois, sob muita chuva. Puskas fez o primeiro gol, depois de um rebote de Kocsis, aos seis minutos do primeiro tempo. Dois minutos Zoltan Czibor marcou o segundo. Mas logo jogo começou a virar. Com Puskas sentindo a contusão, Max Morlock recebeu um cruzamento de Hans Schafer e marcou, aos onze minutos, o primeiro gol da Alemanha.

historico_selecao_golalemanha

O gol de Morlok

Com o incentivo de 30 mil torcedores, aos 16 minutos, os alemães empataram com um gol de Hemut Rahn, depois de um escanteio de Walter. No segundo tempo, Rahn marcou de novo com um chute com o pé esquerdo. Mas a partida não estava acabada. Um gol de Puskas foi anulado por causa do impedimento assinalado pelo bandeirinha galês Mervyn Griffiths, numa decisão que até hoje causa controvérsia. Pouco depois, o então presidente da Fifa, Jules Rimet, entregava o troféu aos alemães.

“Esse foi o melhor time contra o qual já joguei”, disse o veterano inglês Stanley Matthews, que enfrentou os húngaros na época. “Nunca ninguém havia jogado melhor.” Naquele dia, porém, ser o melhor não foi suficiente.

Final de 54

6 min: Puskas abre o marcador depois de um rebote de Kocsis, 1X0
8 min: Czibor aproveita o erro de Kohlmeyer e marca o segundo para a Hungria, 2X0
11 min: Morlock faz o primeiro da Alemanha com um cruzamento de Schafer, 2X1
16 min: Rahn marca depois de um escanteio de Walter, 2X2.
84 min: Rahn dá a vitória à Alemanha com um gol com o pé esquerdo, 2X3

historico_selecao_hungria_gde

Seleção Húngara de 1954
Esta seleção foi vice campeã mundial. A foto foi no jogo contra os urugauios. A Hungria venceu por 4×2.
Em pé: Lorant. Buzanky. Hidegkuti. Kocsis. Zacarias. Czibor. Boszik e Budai. Agachados: Lantos. Puskas e Grosics.

TOP